A área do RH e o novo

Se tem algo que jamais deixará de ser relevante em uma corporação – seja ela tradicional ou moderna – é a missão de cuidar das pessoas. Quando falamos em negócios, automaticamente, ligamos à performance e ao resultado, e essas duas coisas não acontecem sem a existência das pessoas.

Com o passar dos anos,  estrutura, prioridades e forma de atuar do RH tem se transformado, muitas vezes, de forma exponencial.

Tecnologia, metodologias inovadoras de gestão de pessoas e feedback, novas formas de fazer (indústria 4.0), de capacitar, de liderar, busca constante pela inovação, e muitas vezes a reinvenção do próprio negócio afetam, sem dúvida, o setor que cuida do capital humano e, por consequência, consequência dos resultados da empresa.

E como conviver com todas essas mudanças, exigências, inovações “sem perder a ternura”?

Como conseguir reter talentos, buscar budget, provar resultados e eficiência?

Passos para lidar com estas questões

       1.Mapear

Um importante passo para se lidar com todos estes desafios é saber onde está. Sim, isso mesmo! Muitas vezes temos claros nossos objetivos, metas e até propósito, mas não conseguimos sair do lugar pois não conseguimos traçar o caminho para chegar lá quando não sabemos de que lugar saímos. Saber sobre suas potencialidades e suas vulnerabilidades, é fator fundamental para enfrentar qualquer tipo de mudança ou transição. Saber ler a realidade, o presente.

        2. Conhecer

Não tenha medo, aventure-se pelo desconhecido!

Busque todos os suprimentos que você precisa para trilhar este novo caminho. Quando falamos em suprimentos, estes podem ser novos skills e olhares, bem como  formar parcerias, ou buscar entender o que você nem sequer imagina! Para isso, relacionamento é essencial. Mude de rota, mude a mesa em que senta para fazer suas refeições no almoço, converse com gente de outras áreas. Quem sabe você irá descobrir que aquele indicador que você tanto necessita para provar a eficiência do seu trabalho já é utilizado pela área de marketing para outra finalidade?

         3.Experimentar

Ou prototipar como é mais comum se ouvir. Simplesmente seja ousado, curioso, e experimente novos jeitos e novas formas de fazer e de ser. Não tenha medo de errar, porque realmente errar faz parte de um experimento. Fácil de falar, mas difícil de praticar. Por isso, precisamos nos habituar a criar experimentos, protótipos. Vejam que estas palavras estão no plural, pois para um único resultado, termos que experimentar várias vezes. Errar algumas vezes.

         4.Alcançar

Parece que este é o fim? De jeito nenhum! Como é difícil quando alcançamos aquilo que tanto almejamos, sabe porquê? Neste exato momento da vitória, haverá tantas novidades, tantas novas formas de fazer. Atenção para reconhecer seu mérito e prontidão para criar novos caminhos e se adaptar à novas realidades. Afinal, estamos todos no século 21, não estamos?

Qual será o seu caminho neste mundo onde tudo tem que ser disruptivo e exponencial? Você está preparado para relacionar-se com o mundo e com as pessoas para proporcionar melhores resultados?

Deixe um comentário