ARTIGO

Sustentabilidade emocional: Como promover a saúde mental dos seus colaboradores
Leader Educa

Leader Educa

Você sabia que 33 milhões de brasileiros já passaram por alguma situação de Burnout? Esses dados são do Isma-BR (Stress Management Association Brasil) e dá um indicativo de como anda nossa saúde mental, e ela não vai bem. Cada vez mais, empresas vêm sentindo a necessidade de ir além do básico, e é sobre isso que este artigo vai tratar: para iluminar a sua mente e repensar a forma de lidar com este assunto no ambiente de trabalho.

Uma pesquisa sobre Resiliência da Força de Trabalho feita pela consultoria americana Gartner em 2021 revelou que nenhum ambiente de trabalho estava imune a danos significativos e generalizados à saúde dos profissionais, e que os profissionais sentiram o impacto em seu bem-estar no trabalho, sendo pelo menos, 

  • 50% dos trabalhadores em cada nível hierárquico 
  • 44% dos trabalhadores em cada função analisada
  • 35% dos trabalhadores em cada setor analisado

Avaliando a saúde dos trabalhadores, a pesquisa do Gartner também descobriu:

É a realidade da sua empresa, ou de empresas que você conhece? Talvez seja a sua realidade hoje. Então procure respirar, levantar-se, alongar os braços e pescoço antes de retomar a leitura. Vamos fazer alguns questionamentos e partir para um plano de ação. 

Como pensar na saúde em tempos difíceis? 

Para identificar se o clima da empresa está saudável ou se precisa de melhorias, a revista “Você RH” identificou três fatores: 

Empregados saudáveis

a ) Existe uma necessidade de garantir que os colaboradores não fiquem online o tempo inteiro. 

b ) Como identificar se um colaborador está entrando em colapso?

c ) O quanto devemos investir tempo e energia para compreender a vida pessoal do colaborador? Será que isso ajuda ou atrapalha? 

Relacionamentos saudáveis

a ) Como manter a confiança da equipe com o trabalho remoto?

b ) Como resolver problemas complexos e contar com a colaboração de um time cansado?

c ) Os líderes estão conseguindo ser apoio para seus times? 

Ambiente de trabalho saudável

a ) Existe resistência em retomar o trabalho presencial (ou híbrido)?

b ) A cultura da empresa não está sendo mantida no ambiente remoto?

c ) Colaboradores estão indo embora sem que a empresa perceba o que está acontecendo com eles? 

Veja que esses questionamentos podem servir como base para uma jornada de autoconhecimento, engajamento com o time e um orientador para o plano de ação, que vem a seguir:

Existe um plano de ação! É a Sustentabilidade Emocional

Imagine que para ter sustentabilidade ambiental, precisamos aprender a viver administrando os recursos disponíveis com cautela, consciência e sem sobrecarga – para não ficarmos sem. Quando o assunto é nossa saúde mental, o caminho é o mesmo: encontrar um ponto de equilíbrio entre as áreas da vida, sem esgotar nossa capacidade, energia e vitalidade. 

O consultor Thiago Nistal é especialista em Gestão das Emoções e criou um curso na Leader Educa para desenvolver reflexões nos colaboradores e estimular a sustentabilidade emocional, em um diálogo aprofundado sobre a importância da gestão das emoções neste contexto. Para o especialista, a sustentabilidade pode ser trabalhada a partir de cinco pilares:

Autoconsciência: Envolve a ampliação do conhecimento que uma pessoa tem sobre a sua própria história, sobre a maneira como costuma fazer escolhas, bem como de suas forças e limitações.

Autogestão: Relaciona-se ao gerenciamento eficiente do estresse, ao controle de impulsos e à definição de metas. Tem impacto crucial na gestão do tempo e das energias psíquica e somática e, portanto, relação direta com a produtividade.

Empatia: ter a capacidade de ver o mundo a partir das lentes do outro, por meio de um processo imaginativo e de pareamento emocional.

Motivação: é a capacidade de entrar em contato com os próprios desejos e de refletir a respeito das forças internas que te colocam em movimento.

Habilidades de Relacionamento: desenvolver a escuta, comunicar-se de maneira clara e objetiva, saber tecer e rever acordos são algumas das habilidades desejáveis para a construção de relacionamentos saudáveis.

Agora que você já sabe a importância da sustentabilidade emocional e quais são os primeiros passos, compartilhe conosco por onde vai começar? Conte com a Leader Educa para desenvolver um projeto personalizado para sua equipe e iniciar um projeto de Gestão das Emoções. 

Saiba mais sobre o nosso curso e leve para sua equipe conceitos, práticas e diálogos sobre Gestão das Emoções:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin