ARTIGO

Conheça o modelo de ensino da Sala de Aula Invertida – Flipped Classroom
Leader Educa

Leader Educa

Existem diversos modelos de aprendizagem: alguns mais modernos, outros bastante tradicionais. Para explicar o modelo de ensino da sala de aula invertida, podemos iniciar relembrando o ensino tradicional na escola: o professor detém toda a informação, utiliza a sala de aula para passar o conteúdo (escrevendo em uma lousa, por exemplo), e o aluno faz exercícios em casa para “fixar o aprendizado”. 

Esse estilo de ensino pode parecer natural no aprendizado das crianças, porém, os adultos aprendem de uma forma diferente, e quando o assunto é treinamento corporativo, uma outra metodologia pode ser aplicada.

Podemos começar dizendo que para aplicarmos esta metodologia, temos que colocar o aluno no centro da aprendizagem. Isto significa entender e respeitar suas reais necessidades e a curva de aprendizagem de cada indivíduo.

Mas como isto é possível?

A base da sala de aula invertida está na Andragogia que estuda sobre os processos de aprendizagem para adultos. Se estamos falando de adultos, falamos sobre autonomia. Sim autonomia no processo aprendizagem, isto significa ter total ação sobre o que aprender e como aprender.

Falando assim parece que fica tudo meio solto, mas não é assim que acontece. Sabemos que quando nos sentimos “donos”  de algo, buscamos saber mais, e nos dedicamos com legitimidade àquilo que nos é relevante e interessante.

Sendo assim, temos que pensar numa arquitetura educacional que proporcione ao indivíduo este entusiasmo no aprender. É aí que entra a metodologia de sala de aula invertida, ou flipped classroom, como parte desta arquitetura maior de aprendizagem.

Podemos elencar elementos importantes para que isto aconteça:

  1. Entender que a aprendizagem não é um evento, e sim um processo.
  2. Colocar o aprendiz no centro do processo de aprendizagem.
  3. Desenhar uma arquitetura de conteúdos e conhecimentos de fácil acesso, com relevância e respeito às características do aprendiz, e sem obrigatoriedade de acesso.

Na aplicação da sala de aula invertida é importante:

  1. Ter um facilitador para promover o espaço de aprendizagem.
  2. Desenhar uma arquitetura que promova interação e trocas entre os aprendizes.
  3. Respeitar o lugar de fala e a curva de aprendizagem do aprendiz

Podemos utilizar este método na aprendizagem virtual e presencial. 

Achou interessante? E você sabia que nossos treinamentos são personalizados de acordo com a necessidade do cliente? Vamos montar um projeto para treinar seus colaboradores?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin