ARTIGO

Ser o sujeito
Leader Educa

Leader Educa

De todas as reflexões possíveis sobre nossa existência há uma que considero fundamental para iniciarmos o pensamento sobre quem somos nós.

“Por que há algo no lugar do nada?”

Seriam dúvidas de quem trabalha com educação? Não sei…

Depois de aplicar uma doce e exitosa aula, me deparei com esta questão na minha mente. E explico agora o motivo.

Imaginem a cena: primeiras horas da manhã eu saio de casa, chego ao local do treinamento e ponho-me a arrumar o ambiente para deixar tudo harmonicamente ajustado para receber as pessoas. Tudo é quietude.

Só havia ali o nada.

Mesas e cadeiras foram dispostas de tal forma que a circulação de pessoas e suas ideias pudessem ocorrer com liberdade e espaço.

As horas indomáveis seguem seu fluxo e então as pessoas chegam. Por vezes hesitantes ou decididas entram naquele lugar que começa a ganhar cores.

Posicionam-se, buscam o conforto do corpo. Começamos os trabalhos.

A sala se inverte. Aqueles que eram passivos alunos se tornam ativos participantes e com ou sem disciplina, no decorrer do tempo juntos descobrimos que existem saberes novos, inteligências que não podem ser domesticadas e pensamos mutuamente na construção dos conteúdos apresentados. A sala de aula que havia ganhado cores, agora tem formas, sons e existência.

No lugar do nada agora temos algo. São seres.

E neste convívio pudemos compartilhar saberes de forma alegradora e intensa, desfrutamos ainda que por algumas poucas horas, instantes de vida com pessoas generosas e dispostas. Sinceras e questionadoras. Conflitantes e inteligentes. Provocadoras e bem humoradas. Inquietas ou reflexivas.

Pois bem, sabe aquela questão lá no início?

O motivo de existir algo no lugar do nada é que somos saberes.

Somos também seres que buscam incessantemente um espaço para ocuparmos e um tempo para percorrer com nossos propósitos.

Seres que ensinam e sujeitos que aprendem. Seres que aprendem e sujeitos que ensinam.

Nota:

A pergunta inicial do texto foi proposta por Martin Heidegger em um texto intitulado “O que é a metafísica” e que aqui faço uma livre interpretação sem as amarras acadêmicas.

Alexandre Toledo,
Consultor Leader.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin