ARTIGO

Dicas importantes para o ROI de seu treinamento
Leader Educa

Leader Educa

Os profissionais da área de treinamento e desenvolvimento humano enfrentam diariamente o desafio de prover aos seus alunos um processo de aprendizado ágil e moderno, alinhado às necessidades de cada um de seus negócios. Em paralelo a esta preocupação cotidiana existe o desafio de estabelecer quais os custos e valores relacionados à produção de conteúdo destes treinamentos, à relevância do que é ensinado dentro da operação.

Estabelecer qual o ROI é aferir o real valor de negócio do conteúdo que foi desenvolvido e apresentado aos colaboradores envolvidos no treinamento, mas como mensurar algo que muitas vezes é intangível até que esteja 100% concluído? Treinar pessoas é investir em seu aprendizado na expectativa que este se traduza em resultados positivos para a operação, estes sim mensurados de forma mais direta: as vendas aumentaram? A retenção melhorou? O turnover foi reduzido?

Siga os KPIs

A melhor forma de alinhar uma estratégia bem-sucedida, desde o princípio, de produção de conteúdo, é considerar os KPIs seriamente. Uma vez determinados é essencial que o time responsável pela construção do treinamento os conheça profundamente, para que saibam exatamente o que precisam atacar para chegar aos resultados desejados;

Conheça o público-alvo de seu treinamento

A comunicação do time de desenvolvimento com os alunos é fundamental para compreender em profundidade as necessidades que precisam ser atendidas. Os alunos podem participar das discussões sobre métodos, plataformas, pontos de contato, etc. Utilize pesquisas de clima, realize entrevistas individuais, avaliações de performance, etc. Ao compreender as atividades que estes colaboradores realizam, como eles realizam e o impacto que eles tem na organização e vice-versa – este conhecimento é ponto chave para o desenvolvimento de um conteúdo que realmente reflita os anseios tanto da empresa quanto de seus colaboradores e nos conduz à nossa próxima dica;

Crie engajamento enquanto monitora a geração de valor

Se o conteúdo realmente for relevante ele criará valor não apenas para a empresa, mas para todos os profissionais que participaram no treinamento. Este valor se espalhará através das relações interpessoais estabelecidas dentro da organização e criará mais e mais engajamento. Mensurar o engajamento é desafiador: a empresa pode realizar pesquisas específicas, mas outra ideia é acompanhar o desempenho profissional, a performance e as metas do time em treinamento – estas também são boas formas de aferir o nível de engajamento de todos.

Controle o andamento do projeto através de dashboards

Utilize as ferramentas de análise que possui. Um bom LMS oferece infinitas oportunidades de acompanhamento e análise de todos os níveis de um treinamento, inclusive sobre o conteúdo de aprendizagem. Definir dashboards para monitoramento é vital para que o time responsável pelo treinamento acompanhe, em tempo real, o desempenho dos alunos, o que permite mudanças estratégias se for necessário – e tudo isso ao menor sinal de desacordo com os KPIs, sem precisar aguardar pelo término do projeto e a maturação dos resultados. Monitorar os acessos, o desempenho individual e em equipe e os níveis de absorção, por exemplo, podem ajudar a aprimorar cada vez mais o conteúdo, gerando mais e mais valor e agregando muito mais aos objetivos iniciais do projeto.

A produção de conteúdo é a base de um treinamento. Mas esta produção não pode se basear em métricas e conceitos puramente acadêmicos… Ela precisa ser dinâmica, viva, uma parte ativa da formação não apenas dos alunos que serão atingidos pelo treinamento, mas também dos valores que serão gerados pela empresa. Invista nas ferramentas corretas para gerar o melhor conteúdo e alcançar os objetivos e resultados traçados será consequência!

gustavo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin