ARTIGO

E-learning: aprimoramento de aprendizado
Leader Educa

Leader Educa

Um dos primeiros passos para estabelecer um projeto de educação a distância é identificar quais são os problemas e necessidades que precisam ser resolvidos/atendidos. É um universo muito amplo a ser coberto pelos profissionais de treinamento e por isso talvez um fator subjetivo não tenha sempre a devida atenção que merece: como evitar fracassos de aprendizado?

Para criar um treinamento que cause impacto real no comportamento dos participantes precisamos identificar os fatores que contribuem para eventuais fracassos no processo de aprendizagem. Quando algum gap é identificado é costume relatar que se trata de uma falta de determinada habilidade ou conhecimento, mas em uma análise um pouco mais profunda vemos que o problema real é mais subjetivo: é a falta de confiança do aluno na sua capacidade de executar determinada tarefa ou na total falta de motivação para o aprendizado/aplicação do que foi aprendido.

Temos então três palavras de trabalho: habilidade, confiança e motivação.

Falhas no processo de formação de habilidades é uma questão de treinamento bem simples de se resolver. Para tanto é preciso prover aos participantes um conteúdo relevante de forma atrativa e que traduza o conhecimento teórico em exercícios e contextos mais realistas, para aplicação prática.

A falta de confiança é uma questão mais delicada, pois envolve aspectos psicológicos resumidos em uma palavra: medo. Medo de fracassar, de ser rejeitado, constrangido, ou levado a conflitos, alteração de hábitos. Como abordar esta questão? Aqui o acompanhamento deve ser constante e envolver não apenar os treinadores, mas também os gestores e técnicos para garantir a construção de um relacionamento de confiança. Com este acompanhamento e a prática frequente uma melhora certamente será notada.

Já a ausência de motivação pode representar o maior desafio: raramente este problema está ligado apenas a uma questão de formação em si, ou conteúdo. O colaborador pode estar sobrecarregado, pode pensar que a expectativa de desempenho é irrealista ou impossível de ser atingida ou até mesmo a estrutura organizacional pode ser a responsável pela falta de motivação. O importante é que uma vez identificada seja trabalhada pelos gestores ou pela área de recursos humanos para correção de rumo.

Vemos então que identificar que um treinamento não deu certo pode até ser relativamente fácil, mas descobrir o porque é a parte mais difícil. Pesquise, explore as estruturas menos superficiais da empresa para descobrir o que está realmente causando alguma lacuna de desempenho. Observar e entrevistar os participantes pode ser um bom caminho e depois desta pesquisa certamente o conhecimento adquirido ajudará a criar o tipo certo de programa de treinamento para os perfis e habilidades únicas de seus colaboradores.

 

assinatura-gustavo

Sobre a LeaderSpin

A LeaderSpin é resultado da união da Spin Educar com a Leader Soluções Educacionais.

Somos uma empresa de soluções educacionais que acredita no talento humano. Nossa atuação tem como foco potencializar a manifestação destes talentos, que na maioria das vezes estão adormecidos e precisam ser exercitados.

leaderspin.com.br

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin