ARTIGO

Micro só no nome: como ampliar conhecimento através do Microlearning
Leader Educa

Leader Educa

Você sabia que o tempo médio de concentração de uma pessoa vem caindo ao longo dos anos? E que a queda se acentuou depois do boom da era digital?

Um estudo da Microsoft revelou que o tempo médio de atenção das pessoas caiu de 12 segundos em 2000 para 08 segundos em 2013. 08 segundos!

O que é possível fazer com 08 segundos quando se pensa em educação? E se pensarmos um pouco sobre o conceito de microlearning?

Uma das tendências mais promissoras no segmento de educação corporativa, o aprendizado “micro” oferece aos alunos pequenas, porém significativas amostras de conhecimento – é uma excelente ferramenta para manter o engajamento e um grande canal para ampliar a divulgação de conteúdo.

O segredo está na construção deste conteúdo: ao invés de tentar cobrir uma ampla gama de tópicos, ou aprofundar-se em generalidades, o microlearning se concentra em abordar o conhecimento de forma altamente segmentada.

Temos então duas palavras chave para criação de conteúdo em microlearning: reforçar e reter conhecimento.

Apresentar informações em pequenas porções ao longo de determinado período é um excelente método para aprender de forma eficaz e reter o conteúdo aprendido.

Para se ter uma ideia, de acordo com uma pesquisa feita pelo Journal of Applied Psychology a micro aprendizagem pode melhorar a transferência de conhecimento em até 17%.

Chegamos então a três pontos que podem ajudar a explicar porque esta tendência apareceu com mais força recentemente:

  • O microlearning é perfeito para qualquer dispositivo, a qualquer hora, em qualquer lugar. Em uma sociedade altamente conectada isso faz toda a diferença;
  •  Redes Sociais: elas criaram o principal caminho, junto com os smartphones, para que o microlearning crescesse, ao adaptar os usuários a esta linguagem mais rápida e concisa, ideal para a micro aprendizagem;
  • É fácil e rápido de ser criado. E também é uma ferramenta bem econômica, com bons níveis de ROI;

E já que estamos falando em concentração, tecnologia e aprendizado, aí vai mais uma informação obtida pela Microsoft no estudo que eles realizaram: 77% dos jovens de 18 a 24 anos responderam que quando nada prende a atenção a primeira reação é… olhar o celular.

 

assinatura

Sobre a LeaderSpin

A LeaderSpin é resultado da união da Spin Educar com a Leader Soluções Educacionais.

Somos uma empresa de soluções educacionais que acredita no talento humano. Nossa atuação tem como foco potencializar a manifestação destes talentos, que na maioria das vezes estão adormecidos e precisam ser exercitados.

leaderspin.com.br

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin